Dicas

Cooperativa: o que é e como funciona

No Brasil, atualmente, há mais de 5 mil cooperativas, segundo um levantamento recente do Sistema OCB. São cerca de 15,5 milhões de colaboradores cooperativos reunidos, o que auxiliou para diminuir os elevados índices de desemprego. Com a aprovação de leis que regulamentam a terceirização no mercado de trabalho, em 2017, as cooperativas estão novamente em evidência. 

O cooperativismo é uma ideia que nasceu em 1844 e rapidamente se tornou uma importante forma de sociedade, propondo inúmeras maneiras de trabalho associado como meio de atingir objetivos comuns. Em todo o mundo, este inovador modelo de negócio já é a fonte de renda de mais de um bilhão de pessoas.

O que é uma cooperativa?

De acordo com a Lei 12.690/2012, uma cooperativa é, basicamente, uma sociedade composta por trabalhadores para a efetivação de suas atividades. O método criado no século XIX se baseia em proveito comum, autogestão e autonomia e tem como objetivo a melhor qualificação, renda e condições gerais de trabalho de todos os associados.

As cooperativas são compostas por especialistas de uma mesma área, dispostos a executar seus trabalhos em uma parceria, como exemplo, podemos ter uma cooperativa de dentistas ou de advogados.

>Cooperativa singular

Cooperativa singular é o 1º grau, caracterizada por ser uma cooperativa para pessoas. Seu intuito é prestar serviços direto aos associados e é formada por, no mínimo, 20 cooperados. Geralmente, não permite a admissão de pessoas jurídicas, mas em alguns casos, a possibilidade é prevista, desde que o indivíduo não opere no mesmo segmento econômico.

Cooperativa central

O 2º grau, destinado a cooperativas para cooperativas. Essa categoria é formada por três cooperativas singulares, pelo menos. Desse modo, o propósito é organizar os serviços das filiadas, facilitando e aumentando sua utilização.

Principais ramos de atuação

O cooperativismo está presente em diferentes áreas. As principais são:

  • Agropecuária: engloba as cooperativas de produtores rurais e pescadores, por exemplo. Ajuda na comercialização, armazenamento da produção e possibilita assistência técnica para os associados.
  • Crédito: trabalho cooperado que presta serviços financeiros. Tem como objetivo facilitar a entrada dos participantes no mercado.
  • Transporte: abrange profissionais do transporte de passageiros e cargas. Cada modalidade tem suas características.
  • Trabalho, Produção de Bens e Serviços: do turismo ao beneficiamento de materiais recicláveis. Contempla a prestação de serviços especializados.
  • Saúde: cooperativas formadas por médicos, dentistas e demais profissionais da saúde. 
  • Consumo: viabilizam a aquisição coletiva de produtos ou serviços. 
  • Infraestrutura: fornece imóveis, energia elétrica, rede de telefonia e outros serviços essenciais. 

Fato é que o trabalho cooperativo aumentou consideravelmente nos últimos anos, tendo grande destaque no mercado econômico e empresarial. Segundo o Anuário do Cooperativismo Brasileiro, divulgado em 2020, o país faturou R$ 308,8 bilhões nesse setor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.